Agradecemos por assinar nossa newsletter!

Você receberá um e-mail confirmando a sua inscrição em nossa newsletter, não esqueça de checar a sua caixa de SPAM.

Continue lendo nossos artigos
Assine nossa newsletter

Receba em seu e-mail o melhor conteúdo para automatizar as suas estratégias de marketing, vendas e suporte!

Sem categoria — 4 min de leitura

O que é uma API?

Por Carolina Gomes

Publicado em 04/08/2021

Com toda certeza você já comprou e pagou por um produto sem sair do aplicativo, mas não são só os meios de pagamento que estão integrados a outras soluções, sabia? Para quem trabalha ou contrata serviços de tecnologia, conhecer e entender o que é uma API é fundamental.  

O Google Maps, por exemplo, fornece a API para que os serviços, como os transportes por aplicativo, encontrem a sua localização; e o próprio Facebook disponibiliza uma documentação para que o usuário consiga criar uma conta em um jogo com os seus dados da rede social. 

Para nos aprofundarmos mais sobre o tema, neste artigo reunimos tudo o que você precisa saber sobre as APIs e o porquê elas são indispensáveis para as suas estratégias de negócio.

O que é uma API?

Basicamente, uma API (Application Programming Interface, em inglês) permite a comunicação entre diferentes tipos de interface. Geralmente, a integração é feita por dois softwares; o primeiro fornece os dados e informações enquanto o segundo as consome. 

Do ponto de vista mais técnico, uma API se assemelha a um conjunto de regras de funcionamento de um software para que outros sistemas e aplicativos possam utilizá-lo. Isso significa que os desenvolvedores não precisam criar uma aplicação do zero, já que a documentação disponibilizada serve para iluminar o caminho até a construção de algo novo.

De maneira geral, essa integração assegura:

  • Uma troca de informações é rápida e segura;
  • Muita praticidade para o cliente, que faz tudo sem precisar sair da página;
  • Facilidade de manipular as informações;
  • Dados mais assertivos e precisos.

Um exemplo clássico são as integrações entre o Spotify e o Instagram que permitem ao usuário compartilhar a música que está ouvindo nos stories. Por meio de uma API, os desenvolvedores conseguem criar novos softwares e aplicativos gastando bem menos. 

Para que serve uma API?

Como você sabe, vivemos em um mundo conectado. Para quem deseja entregar uma solução completa e moderna para o cliente, as APIs são indispensáveis para criar e desenvolver produtos inovadores. 

Se o usuário quiser curtir a sua página no Facebook, ele pode fazer isso sem sair do seu site; a API realiza a integração do site com as principais redes sociais. Uma outra aplicação das APIs se estende ao e-commerce e serviços de assinatura: várias empresas já utilizam alguma solução de API de pagamentos, permitindo que o cliente compre um produto e pague online. 

Você pode compartilhar uma foto divertida do seu gato no feed do Instagram e do Facebook ao mesmo tempo. Desse jeito, parece até mágica, não é? 

Quais as vantagens de uma API? 

As integrações via API oferecem muitas vantagens para os negócios que procuram mais praticidade em seu dia a dia. Algumas dessas vantagens são:

Mais segurança

As APIs permitem que as empresas tenham maior controle sobre quem acessa seus serviços, garantindo assim mais segurança aos seus softwares e hardwares.

Aumento de produtividade para equipes de tecnologia

Como já falamos, com a utilização de APIs as equipes de tecnologia não precisam construir aplicações do zero – isso gera economia de tempo e aumento de produtividade, já que é possível fazer mais testes e implementar soluções com agilidade.

Economia de recursos

Ao não precisarem desenvolver todas as soluções necessárias desde o início e se utilizando de tecnologias já disponibilizadas por terceiros, as empresas economizam recursos financeiros e humanos de suas equipes de desenvolvimento, que ficam alocadas em tarefas que sejam realmente core do negócio.

Otimização no uso de dados

Em uma troca de dados via API, são utilizadas somente as informações necessárias, possibilitando um armazenamento e processamento mais ágeis. Dessa forma, as chances de sobrecarga do sistema são reduzidas.

Quais são os principais tipos de API?

Existem três tipos básicos de APIs:

APIs públicas

Essas podem ser acessadas por qualquer pessoa. O Twitter, por exemplo, tem uma API pública. A partir da documentação da API, qualquer empresa pode vincular ao seu aplicativo a função de compartilhar um tweet. 

APIs privadas

Algumas APIs são privadas, isso quer dizer que o seu uso é restrito apenas para pessoas com autorização. Um exemplo disso é o próprio Instagram, que limita boa parte das suas APIs para uso interno. 

APIs de parceiros

O nome é bem sugestivo, logo, essa API só é utilizada por parceiros de negócios ou para integração de diferentes softwares. 

API do WhatsApp Business, você já ouviu falar?

O WhatsApp Business API é uma solução do Facebook para empresas que ajuda a escalar o atendimento do seu negócio através do WhatsApp. 2 bilhões de pessoas no mundo todo usam o WhatsApp como principal meio de comunicação, e só aqui no Brasil já são 120 milhões de pessoas que usam o app diariamente.

Com a API do WhatsApp você pode integrar o principal aplicativo de mensagem com os canais de atendimento ao cliente da sua marca. Além de impulsionar as suas vendas, ainda melhora o relacionamento com os seus consumidores. E, na era da competitividade entre empresas, estreitar as relações com quem compra de você é indispensável para ficar à frente da concorrência. 

Uma dica extra: é crucial utilizar uma solução do WhatsApp Business API oficial – assim, você não corre riscos de ter a conta banida por usar uma API que não é segura. 

Vale lembrar que o WhatsApp Business e o WhatsApp Business API não são a mesma coisa, e caso ainda haja dúvidas, explicamos o porquê aqui neste artigo!

0

Carolina é analista de Conteúdo, graduada em Letras pela UFRJ e poeta nas horas vagas.

Assine nossa newsletter

Receba em seu e-mail o melhor conteúdo para automatizar as suas estratégias de marketing, vendas e suporte!