Agradecemos por assinar nossa newsletter!

Você receberá um e-mail confirmando a sua inscrição em nossa newsletter, não esqueça de checar a sua caixa de SPAM.

Continue lendo nossos artigos
Assine nossa newsletter

Receba em seu e-mail o melhor conteúdo para automatizar as suas estratégias de marketing, vendas e suporte!

Marketing — 5 min de leitura

WhatsApp para startups: as melhores estratégias para garantir eficiência operacional

Por Karina Menezes

Publicado em 16/06/2021

Para quem acompanha o mundo dos negócios já sabe o quanto é comum os aportes milionários em startups brasileiras. Mas, não é só de investimentos que vivem as grandes empresas no Brasil, para continuar a crescer elas têm outro aliado: o WhatsApp para startups.

Imagine que em algum momento da sua jornada como empreendedor, você se depara com a ineficiência das operações em sua empresa. O atendimento não agrada ao público e os clientes reclamam do produto, mas você se sente em uma posição confortável, afinal, o negócio ainda te dá lucro. 

Essa história de que “em time que está ganhando não se mexe” é uma lenda urbana que ainda se perpetua no mundo empresarial e na cabeça de muitos gestores; se não impacta o fluxo de caixa, não seria necessário mudar as estratégias operacionais, certo?  

Não se engane! Se você enxugou ao máximo seus gastos e ainda sim não viu o resultado que esperava, veio ao lugar certo! Está na hora de seguir estratégias diferentes e a gente traz tudo em detalhes para você. 

Aqui, neste mini guia, fica fácil de encontrar tudo o que você precisa saber sobre o WhatsApp para startups.  

Como está o mercado de startups no Brasil? 

As startups são conhecidas pelo crescimento rápido e escalável – no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), já são 12.700 startups; sendo 11 unicórnios. 

Caso o termo seja novo para você, startups que alcançaram o valor de mercado de US$ 1 bilhão são chamadas de “unicórnios”. Algumas delas são bem conhecidas pelo público como: 99, Nubank, Gympass e iFood.

Tanta inovação atrai investidores de outras partes do globo, como o SoftBank.  Em 2019, o Grupo de Telecomunicações japonês investiu em outro unicórnio brasileiro, a VTEX, com um aporte de US$140 milhões

Em paralelo, no primeiro semestre de 2021 ocorreram 25 aportes, de ao menos 1 milhão, em startups brasileiras. Somente em janeiro, os investimentos chegaram a 18% referente ao ano anterior. 

De maneira geral, o momento em que vivemos – tanto a pandemia quanto o distanciamento social – acelerou a transformação digital nas empresas e, consequentemente, a internalização de algumas startups brasileiras. 

Quais os principais desafios que as startups costumam enfrentar?

A Endeavor, organização líder no apoio a empreendedores de todos os portes, realizou uma pesquisa que lista os 5 principais desafios para empreendedores brasileiros. 

  1. Gestão de pessoas:

Por conta do ritmo acelerado, as startups precisam encontrar pessoas que tenham o mesmo espírito inovador, já que todos estão envolvidos diretamente no projeto. Sendo assim, cargos de liderança, como também a mão de obra qualificada e a produtividade do time, surgem como um grande desafio para as startups. 

  1. Gestão financeira:

As finanças por si só já são bem complicadas, agora, imagine em tempos de crise? Na pesquisa da Endeavor, 48% dos entrevistados apontaram que os custos da empresa estão aumentando acima da receita, decorrente da inflação dos últimos anos. Com isso, estar preparado para momentos de crise é mais do que fundamental.

  1. Burocracia (jurídico e regulação):

Pensando em desafios, a burocracia e os tributos não poderiam faltar nessa lista. Afinal, no Brasil, a carga tributária é uma das mais altas no mundo. Para iniciantes, lidar com tais questões pode ser desgastante, mas, ao passar dessa etapa, esse problema se tornará secundário. 

  1. Inovação:

O modelo de negócios de uma startup visa a inovação, pois busca remar contra o que as empresas mais tradicionais costumam fazer. Seja um novo produto ou o aperfeiçoamento de algo que já existe, a inovação permite que o negócio se mantenha lucrativo. 

  1. Marketing e Vendas:

À medida que as startups crescem, a preocupação com marketing e vendas aumenta, sempre pensando em vender mais ou se posicionar como autoridade no que faz, os dois sempre andam juntos. O WhatsApp marketing, por exemplo, é indispensável tanto para o time de marketing, na atração de novos leads, como para o time de vendas nutri-los e encaminhá-los durante a jornada de compra. 

Começando a sua startup? Talvez você se interesse por esses assuntos:

Como aumentar a produtividade em vendas da sua equipe

Como gerenciar leads no WhatsApp (e por que você deveria se preocupar com isso?)

Vantagens do WhatsApp para startups

Startups são empresas que precisam encontrar um modelo de negócio repetível e escalável, geralmente tendo poucos recursos financeiros e pessoas em mãos. E é aí que entra a automatização, ajudando a otimizar processos sem que seja necessário investir em aumento de equipe nesse primeiro momento.

Veja como a automação de WhatsApp pode ajudar a solucionar os desafios das startups no momento de escala:

Captura de leads

Hoje, uma das formas mais efetivas de captura de leads é o “click-to-whatsapp button” que pode ser adicionado ao site da empresa. Com ele, você oferece mais uma opção para o usuário entrar em contato com a sua equipe, além de possibilitar o aumento da taxa de conversão no seu site – afinal, quem não está no WhatsApp hoje? Só não esqueça da importância em qualificar os seus leads, ponto que abordaremos abaixo.

Qualificação de leads

Após capturar os seus leads com um click-to-whatsapp button, a automação de WhatsApp pode ajudar a sua startup no processo de qualificação também. Ao desenvolver uma conversa automatizada para qualificar seus leads, você garante que eles não ficarão muito tempo sem atendimento – evitando que eles esfriem ou optem pela concorrência – e ainda entrega leads mais trabalhados para a sua equipe de vendas.

Suporte e atendimento ao cliente

Oferecer um canal acessível para os seus clientes entrarem em contato sempre que precisarem é uma forma de estreitar o relacionamento com a sua marca. Automatizar o atendimento pelo WhatsApp não significa que o contato deixará de ser personalizado, muito pelo contrário. Além disso, o atendimento automatizado pela plataforma auxilia a reduzir o tempo de primeiro contato, diminuindo também a carga operacional do seu time.

Como a automação do WhatsApp pode ajudar a escalar as operações?

Aumentar o volume de atendimentos sem precisar investir mais recursos parece um mundo distante, mas você não precisa passar sufoco sempre que for atender um cliente.  

Alguns dos obstáculos que retardam a escalabilidade da sua empresa podem ser transpostos com a ajuda do WhatsApp para startups, pois esse canal permite uma comunicação mais próxima e íntima com o cliente. 

Até você, na posição de consumidor, já preferiu um atendimento por WhatsApp, muito mais rápido e personalizado, concorda? Nesse cenário, as soluções em destaque são os chatbots, que automatizam a comunicação entre empresa e consumidor. 

Mais do que isso, os chatbots também direcionam o cliente para um atendente humano quando for necessário, sem perder a qualidade e humanização do atendimento. 

Para conhecer mais sobre essa poderosa ferramenta, fale com um de nossos especialistas em automação de WhatsApp!

0

Head de Marketing da Treble no Brasil, é graduada em jornalismo pela UFPA e possui MBA em Digital Data Marketing pela FIAP. Foi trainee do Estadão e atuou com marketing de conteúdo e inbound marketing em startups como Pagar.me, Stone Pagamentos e idwall.

Assine nossa newsletter

Receba em seu e-mail o melhor conteúdo para automatizar as suas estratégias de marketing, vendas e suporte!